Empresa desenvolve tecnologia que transforma plástico em piso sustentável

2022-01-05 04:32:40 By : Mr. Jianbin Ge

Material feito a partir do plástico de embalagens multicamadas, considerado de difícil reciclagem, é incorporado à massa de concreto que dá origem ao “piso verde”

Foram dois anos de estudos realizados por especialistas até que fosse possível reciclar um dos principais resíduos sólidos da indústria – o plástico de embalagens multicamadas – e transformá-lo de problema ambiental a solução sustentável, um “piso verde” para calçar ambientes externos. A solução encontrada pela JBS Ambiental foi tema do Giro do Boi desta segunda-feira, dia 12, quando foi ao ar entrevista com a diretora da empresa, Susana Carvalho.

“A JBS Ambiental é uma empresa da divisão de novos negócios do Grupo JBS e já tem cerca de sete anos de atividades. Nós contamos com 210 colaboradores”, apresentou Carvalho. A divisão, que tem sede junto à indústria da companhia em Lins-SP e ainda conta com outras unidades em São Paulo, Goiás, Mato Grosso do Sul e Minas Gerais, tem entre seus objetivos encontrar a melhor destinação para resíduos sólidos das unidades frigoríficas, por meio de estratégias como como reciclagem e reaproveitamento dos plásticos.

O chamado “piso verde” é a mais recente inovação da empresa, que já oferece ao mercado outros produtos produzidos a partir de plástico, como sacos de lixo, lonas e demais produtos feitos com a madeira plástica, como mesas para áreas de descanso de suas próprias indústrias e bancos, lixeiras, além de outros tipos de embalagens. “Tudo isso com resíduo que vira matéria prima para os produtos recicláveis”, destacou Susana.

Os estudos dos especialistas da JBS Ambiental resultaram em um elemento que é incorporado à massa do piso sustentável feito 100% de concreto. “Inicialmente, a empresa passa a transformar em torno de 50 toneladas de aparas plásticas por mês, recolhidas nas unidades de Andradina (SP), Campo Grande (1 e 2 – MS) e Lins (SP)”, divulgou recentemente a empresa em comunicado oficial.

Plástico de embalagens multicamadas é incorporado ao concreto para gerar o piso verde.

“Esse resíduo não era reciclável, então coube o desafio à equipe da JBS Ambiental para desenvolver uma solução técnica. No caso do piso verde, demorou cerca de dois anos até que ela fosse encontrada, o que permite reutilizar este resíduo de embalagens, e são embalagens multicamadas (chamadas PVDC) que estavam indo para o aterro. Então nós conseguimos, ao final do estudo, encontrar uma solução que nos permite reciclar estes resíduos e incorporá-los como um ingrediente na massa de fabricação do piso”, confirmou a diretora da JBS Ambiental.

O produto, que em breve será disponibilizado para o mercado da construção civil, já está servindo de material para obras das unidades do próprio Grupo JBS. “Nós já assentamos (o piso) na área externa da JBS Ambiental, no estacionamento. É uma área de 2.200 m², o que corresponde a retirar do aterro cerca de cinco toneladas de plástico”, mensurou Susana.

Piso verde: material será disponibilizado em breve ao mercado de construção civil.

Carvalho destacou que a solução atende as normas da ABNT, a Associação Brasileira de Normas Técnicas, e outras aplicações do material já estão sendo estudadas. “Ele é um pavimento para área externa, mas está sendo adaptado. Nós temos diferentes tipos de pisos adaptados para veículos pesados, veículos leves e até pavimentação para pedestres. Então nós temos diferentes tipos de piso em que ele pode ser utilizado. […] Nós estamos também colocando este piso em reformas de unidades do grupo JBS e também em novas obras de plantas industriais que nós estamos construindo. O nosso objetivo também é irmos para o mercado da construção civil”, antecipou a diretora da companhia.

“O nosso objetivo é, em breve, irmos ao mercado da construção civil. No entanto, quem quiser entrar em contato conosco, pode fazê-lo através do site da JBS Ambiental. Nós fornecemos mais informações. No momento nós estamos atendendo as unidades do grupo JBS, mas em breve nós estaremos no mercado”, confirmou.

Confira a entrevista completa e mais imagens do piso verde clicando no player abaixo:

Receba as notícias do Giro do Boi gratuitamente em seu e-mail